Sobre

Texto Curatorial

Joana Couceiro e Nuno Valentim são os Comissários da 5ª Edição

Vida Interior

O Open House, iniciado em Londres há quase três décadas, disseminou-se pelo mundo tendo chegado a mais de quarenta cidades, nomeadamente ao Porto, Matosinhos e Gaia, com a primeira edição, em Junho de 2015. A iniciativa tem, por isso, já implícita uma certa ideia curatorial que sintetiza o desígnio do evento: abrir portas, abrir de forma gratuita as arquitecturas e o debate à cidade. O que se impõe, a cada nova edição, é a escolha dos espaços e a construção de um discurso que auxilie essa escolha, ainda que, alguns espaços se repitam ao longo das várias edições pela sua procura, pela exclusividade das visitas ou, ainda, simplesmente, porque há experiências que se deseja repetir.

Este poderoso conceito – Open House –, que abre o interior e a intimidade ao público, não deixa de ser um paradoxo. Ele implica uma certa inversão do carácter e da vocação da maioria dos espaços, que, ainda que temporariamente, vêem o seu programa transformado em ‘objecto museológico’ dado a ver aos olhos de um vasto público. O que este ano se propõe é a consciencialização deste fenómeno, ou seja, numa leitura literal do evento, a casa (ou a cidade) dá-se a ver do outro lado do umbral e, do outro lado, há muito mais do que um espaço inacessível ou um objecto arquitectónico ímpar; do outro lado há vida no interior.

A porta, entreaberta, é lugar de expectativa e suspensão. Dentro, pode estar um espaço quente e familiar ou, pelo contrário, um território isolado e agreste. A experiência da passagem sujeita o corpo a impactos de escala, à metamorfose da luz, da temperatura, e à transformação do ar. As transições interpelam os sentidos na descoberta do avesso do espaço visível: o silêncio de um claustro, o horizonte de um miradouro, aquele canto para ler, uma sala para estar; a cozinha desarrumada, uma banheira vazia, ou a alcova apertada. Esta leitura está na base da escolha de cada espaço (ainda que muitos tenham ficado de fora pelas mais variadas razões) e é sob a lente de uma ideia de ‘vida’ (histórica, arquitectónica, sociológica, antropológica) que se propõe uma viagem pelos lugares de interioridade.

‘Vida Interior’ vai desvelar muitas casas, palácios, quintas, pátios, jardins, bairros, edifícios banais, alguns monumentos; entrar na cidade, penetrar nos seus segredos, saber dos seus interstícios e das pessoas (ou da sua ausência) porque o essencial da arquitectura só se torna visível neste encontro.

É no último fim de semana de Junho e todos estamos convidados a entrar. Não é uma visita, é um encontro.

— Joana Couceiro e Nuno Valentim

Biografias

Joana Couceiro (Coimbra, 1980) é arquiteta, licenciada pelo Departamento de Arquitetura da Universidade de Coimbra (2005) e doutorada pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (2018). É Assistente convidada na FAUP desde 2013, disciplina de História da Arquitetura Moderna, e Investigadora Integrada no Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo da Universidade do Porto. É cofundadora da editora, livraria e galeria de arquitetura Circo de Ideias (2008/2018), um espaço com um programa regular de publicações, conversas e exposições, vocacionado para a divulgação da teoria e prática de projeto. É, igualmente, cofundadora da PechaKucha Night Porto e membro da equipa curadora das cinco edições do evento. Autora de vários textos e artigos, destaca a coleção Casas com nome, nomeadamente os livros A casa do senhor Malaparte (2016) e A casa da doutora Farnsworth (2018), pequenas narrativas onde estas arquiteturas (o seu corpo e a sua intimidade) são reveladas através de uma dimensão literária e imagética. Tem-se dedicado, ainda, ao exercício do projeto em colaboração em atelier e em coautoria com diversos arquitetos.

Nuno Valentim (Porto, 1971) é licenciado em Arquitetura pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (1995), Mestre em Reabilitação do Património Edificado pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (2007) e Doutor em Arquitetura pela FAUP (2016) com tese na área do Projeto e Património Arquitetónico. Exerce prática profissional de projeto desde 1994 e colaborou com José Gigante até 2004. É docente na FAUP desde 2005 nas áreas da Construção, Projeto e Reabilitação. Pertence ao Conselho Científico, ao Conselho de Representantes e à Comissão Científica do Programa de Doutoramento em Arquitetura da FAUP.

Integra atualmente a comissão técnico-científica da Resolução do Conselho de Ministros “Projeto Reabilitar como Regra”. Entre outras obras é autor dos projetos de reabilitação no Jardim Botânico do Porto, da ampliação do Lycée Français International Porto, do Centro Comunitário São Cirilo, da sede da Conferência Episcopal Portuguesa e do Projeto de Restauro e Modernização do Mercado do Bolhão. Entre os prémios e menções, destaque-se, em 2017, o Prémio IHRU/Nuno Teotónio Pereira e o Prémio Nacional de Reabilitação Urbana atribuído à obra de reabilitação dos “Albergues Noturnos do Porto”; e em 2014 o Prémio João de Almada atribuído ao Projeto de Reabilitação do Edifício de 1928 na Rua Alexandre Braga, autoria do Arquiteto José Marques da Silva (em coautoria com Francisco Barata e José Luís Gomes no CEFA-UP).

O Evento

A 5ª edição do Open House Porto abrirá portas a 70 espaços no fim de semana de 29 e 30 de junho de 2019.

A seleção dos espaços da responsabilidade dos comissários Joana Couceiro e Nuno Valentim, revelará um roteiro com foco na “Vida Interior”. Um percurso em que “a casa (ou a cidade) dá-se a ver do outro lado do umbral.” “A porta entreaberta é lugar de expectativa e suspensão. Dentro pode estar um espaço quente e familiar ou, pelo contrário, isolado e agreste”.

Os participantes terão acesso a um extenso programa de visitas onde poderão ver e conhecer espaços que nem sempre são acessíveis ao público.

Para além do roteiro de visitas é ainda disponibilizado como mais-valia ao evento dois programas de ações paralelas que possibilitam outras formas de observação e usufruição dos espaços: Programa Caleidoscópio e Programa Plus.

A 5ª edição do Open House Porto é organizada e produzida em exclusivo pela Casa da Arquitectura com a Parceria Estratégica das Câmara Municipais de Matosinhos, Porto e V. N. Gaia.

Muitos outros parceiros se associam ao evento, sem os quais seria impossível oferecer este programa de visitas gratuitas ao público.

Como Funcionam as Visitas

Durante um fim de semana, 29 e 30 junho, o público é convidado de forma totalmente gratuita a conhecer um roteiro que envolve espaços diversos na sua tipologia e época de construção. Cada participante, poderá criar um itinerário à sua medida, explorando a arquitetura e a cidade através de um novo olhar.

Descarrega aqui o MAPA e o GUIA

Formatos de Visita

  1. Visita Livre — visita ao espaço sem acompanhamento, dentro do horário estipulado;

  2. Visita Acompanhada — visita ao espaço orientada pela equipa de voluntários Open House Porto;

  3. Visita Comentada — visita ao espaço comentada pelo autor do projeto de arquitetura ou por um especialista convidado.

Forma de Acesso às Visitas

  1. O acesso à grande maioria das visitas será SEM MARCAÇÃO, POR ORDEM DE CHEGADA.

  2. Apenas os espaços nº 3, 32, 43, 48, 58 e 60 exigem (total ou parcialmente) a PRÉ-MARCAÇÃO/RESERVA para as suas visitas. A reserva destas visitas ficará disponível a partir do dia 26 JUNHO, às 14h00, neste site. Para efetuar a sua reserva, deverá entrar no menu “roteiro”, selecionar o espaço pretendido e procurar pelo item “Reserva”.

Programa Caleidoscópio

Conjunto de atividades gratuitas produzidas em parceria com a CASA DA ARQUITECTURA durante o Open House Porto a decorrer em alguns locais do roteiro e que se destinam a todo o tipo de públicos. Resulta de uma vontade de apresentar outras perspetivas de exploração e ocupação dos espaços.

Programa Plus

Programa paralelo de atividades gratuitas promovidas por entidades exteriores à CASA DA ARQUITECTURA cujo perfil e local se enquadram no Open House Porto.

Outras informações

  1. Em cada espaço será entregue um guia e um mapa do Open House Porto pela equipa de voluntários presente no local. Limitado ao stock existente.

  2. A frequência de visita informada em cada espaço é indicativa. Devido ao elevado número de participantes no evento e a condicionantes dos próprios espaços, a organização não se pode responsabilizar pelo seu eventual incumprimento.

A arquitetura vai estar de portas abertas: entre e faça parte desta experiência!

Ficha Técnica

Open House Porto

Comissários:
Joana Couceiro
Nuno Valentim
Coordenação Geral:
Carla Barros | CA
Produção:
Ana Pinto | CA
Júlio Senra | CA
Manuel Gonçalves | CA
Filipe Silva | CA
Comunicação:
Margarida Portugal (Coord.) | CA
José Pereira | CA
Pedro Rocha | CA
Assessoria de Imprensa:
Joana de Belém | CA
Parcerias:
Margarida Matos | CA
Joana Ferreira | CA
Voluntariado:
Susana Gaudêncio (coord.) | CA
Cláudia Rosete (assist.) | CA
Alice Marques, Catarina Serra, Diogo Veloso, Gonçalo Maçães, Inês Lourenço, Inês Sardinha, Mariana Padrão e Ricardo Sousa (Voluntários Coordenadores de Zona)
Programa Caleidoscópio:
Carla Barros | CA
Susana Gaudêncio | CA
Tradução:
Susana Pomba
Design de Comunicação:
Rui Silva
Sérgio Couto
José Peneda
Website:
João Freire
Typefont:
Van Condensed by Ricardo Santos

Casa da Arquitectura - Centro Português de Arquitectura

Comissão Executiva:
José Manuel Dias da Fonseca, Presidente
Nuno Sampaio, Diretor Executivo
Fernando Rocha, Tesoureiro da Direção
Coordenação do Departamento Financeiro e de Recursos Humanos:
Soraia Lebre
Contratação e Faturação:
Joana Costa
Parcerias e Gestão de Espaços:
Joana Ferreira
Secretariado e Apoio à Tesouraria:
Mafalda Costa
Secretariado e Gestão de Associados:
Natacha Mota
Coordenação do Departamento de Edifícios e Infraestruturas:
Paulo Silva
Coordenação do Departamento de Atividades e Conteúdos:
Carla Barros
Produção:
Ana Pinto
Júlio Senra
Manuel Gonçalves
Filipe Silva
Coordenação do Departamento de Internacionalização e Serviço Educativo:
Susana Gaudêncio
Serviço Educativo:
Cláudia Rosete
Coordenação do Departamento de Arquivos e Biblioteca:
Ana Filipe
Arquivo e Gestão de Coleções:
Gilson Fernandes
José Fonseca
Coordenação do Departamento de Comunicação e Marketing:
Margarida Portugal
Comunicação e Assessoria de Imprensa:
Joana de Belém
Design e Imagem:
José Pereira
Conteúdos Audiovisuais:
Pedro Rocha
Bilhética e Apoio ao Público:
Débora Matouças
Liliana Taveira
Inês Lourenço
Coordenação da Loja da Casa:
Carla Sousa
Assistentes de Loja:
Rita Correia Pinto
Sónia Alves